PRAÇA JAMES FANSTONE N° 60 - CENTRO
ANÁPOLIS-GO - CEP: 75.020-390 E-MAIL: contato@heg.com.br
Diretor téc HEG: Dr. Carlos Siade RQE 4262 - Cirurgia Vascular/Angiologia - CRM 9155
TELEFONES: (62) 3099-9000 / (62) 3099-9010

Acesse o Webmail

Notícias

Ação contra o câncer de mama encerra atividades do Outubro Rosa no Hospital Evangélico Goiano

O Hospital Evangélico Goiano vai passar uma semana ‘rosa’. Como forma de encerrar a sua participação no mundialmente conhecido Outubro Rosa, diretores, colaboradores e demais envolvidos na rotina do HEG irão afixar em seu vestuário um laço cor-de-rosa. O objetivo é continuar promovendo a conscientização sobre o câncer de mama, esclarecendo a pacientes e público interno do Hospital maneiras de prevenir e combater a doença.

1654064_843872875652466_3501643896342962111_n

História

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa, que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referentes ao câncer de mama e/ou mamografia no mês de outubro. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, o mês de Outubro se tornou naquele país o mês nacional de prevenção do câncer de mama.

A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa foi lançado pela ‘Fundação Susan G. Komen for the Cure’ e distribuído aos participantes da primeira ‘Corrida pela Cura’, realizada em Nova York em 1990. Desde então, é promovida anualmente na cidade (www.komen.org).

Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi, nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas à prevenção do câncer de mama, denominando como Outubro Rosa. Todas as ações eram e são até hoje direcionadas à conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce. Para sensibilizar a população, inicialmente as cidades se enfeitavam com os laços rosas, principalmente nos locais públicos. Depois surgiram outras ações como corridas, desfile de modas com sobreviventes de câncer de mama, partidas de boliche e diversas outras atividades. (www.pink-october.org).

Outubro_Rosa_eb03a

A ação de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros e demais imóveis públicos surgiu posteriormente, e não há uma informação oficial de como, quando e onde foi efetuada a primeira iluminação. O importante é que foi uma forma prática para que o Outubro Rosa tivesse uma expansão cada vez mais abrangente para a população e que, principalmente, pudesse ser replicada em qualquer lugar, bastando apenas adequar a iluminação já existente.

A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno de tão nobre causa. Isso faz com que a iluminação em rosa assuma importante papel, pois tornou-se uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar no mundo.

Brasil

A primeira iniciativa vista no Brasil em relação ao Outubro Rosa foi a iluminação nesta cor do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista (mais conhecido como o Obelisco do Ibirapuera), situado em São Paulo-SP. No dia 02 de outubro de 2002, quando foi comemorado os 70 Anos do Encerramento da Revolução, o monumento ficou iluminado de rosa “num período efêmero”, como relembra o secretário da Sociedade Veteranos de 32 – MMDC, o Coronel PM (reformado) Mário Fonseca Ventura.

Essa iniciativa foi de um grupo de mulheres simpatizantes da causa do câncer de mama, que, com o apoio de uma conceituada empresa europeia de cosméticos, iluminaram de rosa o Obelisco do Ibirapuera em alusão ao Outubro Rosa.

Obelisco do Ibirapuera - São Paulo - SP

Obelisco do Ibirapuera – São Paulo – SP

Em maio de 2008, o Instituto Neo Mama de Prevenção e Combate ao Câncer de Mama, sediado em Santos (SP), em preparação para o Outubro Rosa, iluminou de rosa a Fortaleza da Barra em homenagem ao Dia das Mães e pelo Dia Estadual de Prevenção ao Câncer de Mama, comemorado naquele Estado todo terceiro domingo do mês de maio.

Mas o principal objetivo era alertar para a causa do câncer de mama e incentivar as mulheres da região da Baixada Santista a participarem do mutirão de mamografias realizado pelo Governo do Estado de São Paulo. Em SP, todos os anos são realizados dois mutirões de mamografia, sendo um em maio e o outro em novembro.

Fortaleza da Barra - Santos - SP

Fortaleza da Barra – Santos – SP

As várias reportagens de tv e jornal, com a repercussão da Fortaleza da Barra iluminada de rosa em maio de 2008, foram apresentadas no mesmo mês no “Course for the Cure”, realizado pela ONG americana Susan G. Komen, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Em outubro de 2008, diversas entidades relacionadas ao câncer de mama iluminaram de rosa monumentos e prédios em suas respectivas cidades. Aos poucos, o Brasil foi ficando iluminado de rosa em São Paulo, Santos, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília, Salvador (BA), Teresina (PI), Poços de Caldas (MG) e outras cidades.

Estatua do Cristo Redentor - Rio de Janeiro - RJ

Estatua do Cristo Redentor – Rio de Janeiro – RJ (Outubro de 2008)

Pinacoteca Benedicto Calixto Santos - SP

Pinacoteca Benedicto Calixto Santos – SP (Outubro de 2008)

Ascom/ Felipe Homsi, com informações www.outubrorosa.org.br