PRAÇA JAMES FANSTONE N° 60 - CENTRO
ANÁPOLIS-GO - CEP: 75.020-390 E-MAIL: contato@heg.com.br
Diretor téc HEG: Dr. Carlos Siade RQE 4262 - Cirurgia Vascular/Angiologia - CRM 9155
TELEFONES: (62) 3099-9000 / (62) 3099-9010

Acesse o Webmail

Notícias

Entrevista especial – Cardiologista Dr. Paulo Henrique Rodrigues

Entrevista especial – Cardiologista Dr. Paulo Henrique Rodrigues

Nesta entrevista especial, o médico cardiologista do HEG Paulo Henrique Rodrigues fala sobre a importância da Cardiologia no Hospital Evangélico Goiano e aborda avanços recentes que possibilitaram um melhor atendimento aos pacientes. Confira também as principais ações desenvolvidas pelo Evangélico para o setor

WhatsApp Image 2019-04-04 at 19.35.18

Hospital Evangélico Goiano – Em que área você atua?
Paulo Henrique Rodrigues – Atuo no setor de Cardiologia (RQE 12737) do Hospital Evangélico Goiano.

*RQE: Registro do quadro de especialistas, em conformidade com o Conselho Federal de Medicina.

HEG – Quais foram os principais avanços na sua área de atuação que possibilitaram um melhor atendimento à população?
PHR – A cardiologia conta com um vasto arsenal diagnóstico, por meio dos métodos complementares, e terapêuticos, por meio de drogas efetivas e com poucos efeitos colaterais, além de procedimentos com boa resolutividade. Entretanto, acredito que o grande avanço surge de dentro do profissional: da capacidade de ouvir, de examinar e utilizar, com sabedoria e racionalidade, das melhores opções terapêuticas para o seu paciente.

HEG – O Hospital Evangélico Goiano recebeu recentemente o selo de acreditação da Organização Nacional de Acreditação – ONA II. Como você avalia esta conquisa?
PHR – A ONA II é uma iniciativa sensacional. Além de estabelecer meios para garantir a segurança do paciente, com ela, busca-se o correto registro e análise de cada processo do atendimento, objetivando constantes melhorias e aprimoramentos.

HEG – Quem são os pacientes que são atendidos pelo seu setor?
PHR – Temos pacientes de diversas idades e condições de saúde. Vão desde os saudáveis, que realizam “check-up” e avaliações periódicas, aos portadores de morbidades cardiológicas, de hipertensos e portadores de cardiopatias mais simples, até os mais complexos infartados e com arritmias graves. Temos ainda aqueles que buscam avaliações pré-operatórias (“risco cirúrgico”).

HEG – Como tem sido a resposta dos pacientes às novas modalidades de tratamentos desenvolvidos pela Medicina?
PHR – A resposta e evolução dos pacientes têm sido bastante satisfatórias, e o acolhimento e acompanhamento são fundamentais para isso. É importante, ainda, frisar a importância de se individualizar o cuidado, embasando as condutas de acordo com adequados níveis de evidência científica, amparados por dados de literatura de alta relevância.

HEG – Como as ações da direção do Hospital Evangélico Goiano tem contribuído para o crescimento do setor em que você atua?
PHR – A direção do hospital tem nos apoiado na aquisição de recursos e suporte para o paciente, de acordo com a necessidade e indicação que o caso exige. Falar a mesma linguagem e trabalhar em equipe, com transparência e honestidade, são os pilares do bom cuidado.

HEG – Como você avalia a quantidade de profissionais que o HEG disponibiliza para o seu setor?
PHR – A demanda de pacientes da cardiologia é bastante significativa, haja visto que lidamos com diversas doenças que figuram entre as mais prevalentes na população. O número de profissionais – e cito não somente os cardiologistas, mas toda a equipe multidisciplinar, que atua em conjunto no cuidado ao paciente – é adequada para prover uma assistência de alto nível.

HEG – Você se inspira em algum profissional do HEG?
PHR – Tenho como fonte de inspiração diversas pessoas no HEG, cada um com suas qualidades. Dentre os inúmeros profissionais admiráveis, cito como exemplo a prestatividade do recepcionista Mauro, a empatia da técnica de enfermagem Juliana, a resolutividade da enfermeira Noêmia e a sabedoria do Dr. Marco Aurélio e do Dr. Ernei de Pina.

HEG – Poderia falar um pouco mais sobre a sua área de atuação?
PHR – A cardiologia é a área que cuida das doenças do coração e estruturas associadas. Acompanhamos pacientes que passam por doença cardíaca, e também aqueles que querem se prevenir de tais. É importante citar que, a partir de quaisquer sintomas como dor no peito, falta de ar, palpitações, desmaio, entre outros, é válido consultar seu especialista. Feito o diagnóstico, a boa adesão ao tratamento e o regular acompanhamento médico são a chave do sucesso terapêutico.

HEG – Gostaria de acrescentar algo?
PHR – Gostaria de agradecer a toda equipe do HEG, pelo carinho e pelo cuidado com a população anapolina, ao longo dos mais de 90 anos da sua existência.

Assessoria de imprensa/ Felipe Homsi