PRAÇA JAMES FANSTONE N° 60 - CENTRO
ANÁPOLIS-GO - CEP: 75.020-390 E-MAIL: contato@heg.com.br
Diretor téc HEG: Dr. Carlos Siade RQE 4262 - Cirurgia Vascular/Angiologia - CRM 9155
TELEFONES: (62) 3099-9000 / (62) 3099-9010

Acesse o Webmail

Notícias

HEG em parceria com a Apae realiza teste da Orelhinha

Por Maria Sônia Pereira

Saber se está tudo bem com a audição do bebê é um cuidado que já deve ser tomado assim que a criança nasce, por isso o Hospital Evangélico em parceria com a APAE Anápolis, sob a coordenação da Karla Andrade, atendendo as Diretrizes do Ministério da Saúde e da Secretaria de Atenção à Saúde, recebe diariamente as 9 h, a fonoaudióloga Michele Caroline Venâncio para realização do Teste da Orelhinha.

A incidência de surdez é alta quando comparada com outras doenças que são testadas na triagem neonatal. A surdez em bebês normais varia de 1 a 6 em cada 1.000 nascimentos. De acordo com a OMS em 2005, 278 milhões de pessoas tem perdas auditivas de grau moderado a profundo.

O Teste da Orelhinha ou exame de emissões fotoacústicas é simples, rápido e indolor; o exame consiste na produção de um estímulo sonoro na captação e no seu retorno através de uma sondinha introduzida na orelhinha do bebê; não há contraindicação, não dói e não incomoda o bebê. O teste deve ser realizado entre 24 h e 48 h de vida na maternidade e no máximo no primeiro mês de vida.

Caso o Teste da Orelhinha diagnosticar algum problema, o bebê deverá ser encaminhado ao CRASA- Centro de Reabilitação e Atenção a Saúde Auditiva- Unidade APAE- Anápolis, onde o atendimento será feito gratuitamente, bem como o tratamento necessário. A triagem Auditiva Neonatal (TAM) tem a finalidade de identificar o mais precocemente possível à deficiência auditiva nos neonatos e lactentes.