Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/heg.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 806
- HEG HEG - Hospital Evangélico Goiano

PRAÇA JAMES FANSTONE N° 60 - CENTRO
ANÁPOLIS-GO - CEP: 75.020-390 E-MAIL: contato@heg.com.br
Diretor téc HEG: Dr. Carlos Siade RQE 4262 - Cirurgia Vascular/Angiologia - CRM 9155
TELEFONES: (62) 3099-9000 / (62) 3099-9010

Acesse o Webmail

Notícias

Notificao de eventos adversos ser intensificada

O Ncleo de Segurana dos pacientes do Hospital Evanglico Goiano – NUSEP HEG promoveu sua primeira reunio de 2018 entre todos os seus membros, dando continuidade s aes de proteo ao maior patrimnio da instituio: os pacientes. O encontro ocorreu no dia 9 de janeiro.

A notificao dos eventos adversos o principal foco das aes deste ano. O objetivo elaborar maneiras para que qualquer incidente ou acontecimento fora do esperado seja levado ao NUSEP. Com esta medida, a instituio passa a ser um ambiente seguro para seus profissionais e aos pacientes que todos os dias passam pelo hospital.

nusep

Eventos adversos so os incidentes ou falhas no intencionais que podem causar danos aos pacientes, sejam eles temporrios ou permanentes, leves, moderados ou graves, como o bito.

“A ocorrncia dos eventos adversos reconhecida como uma falha na segurana do paciente. Acontece entre 5% e 17% nos pacientes que recebem algum tipo de cuidado ou servio de sade, porm 60% deles podem ser prevenidos”, explicou a coordenadora do NUSEP HEG, a enfermeira Snia Maria.

“Compete ao NUSEP a disseminao da cultura de segurana atravs da educao contnua, comunicao eficaz e adoo de condutas embasadas por diretrizes e protocolos”, continua.

Sade em primeiro lugar

Os eventos adversos devem ser notificados, investigados, analisados e inseridos nos planos de melhorias da instituio hospitalar. A ANVISA, por meio do sistema de notificaes NOTIVISA, o ambiente onde profissionais, instituies e qualquer cidado podem notificar problemas relacionados ao uso das tecnologias, processos assistenciais e produtos para a sade.

“A segurana do paciente deve ser entendida como um conjunto de estratgias ou intervenes que so utilizadas como barreiras e estratgias para reduzir o risco de dano ao paciente durante a assistncia ou cuidados mdico-hospitalares”, ressalta ainda a coordenadora do NUSEP, Snia Maria.

As principais consequncias dos danos ou leses causadas ao paciente vo desde uma incapacidade temporria para o trabalho, aumento do tempo de internao, uso de mais medicamentos, necessidade de novas intervenes diagnsticas e teraputicas e at a morte prematura.

O Hospital Evanglico Goiano lanou recentemente a campanha ‘Voc j viu um evento adverso hoje? NOTIFIQUE e contribua para a segurana do paciente’. Este ser o mote de todas as aes do NUSEP em 2018.