PRAÇA JAMES FANSTONE N° 60 - CENTRO
ANÁPOLIS-GO - CEP: 75.020-390 E-MAIL: contato@heg.com.br
TELEFONES: (62) 3099-9000 / (62) 3099-9010

Acesse o Webmail

Notícias

Segurança: Pulseiras de identificação são utilizadas por pacientes do HEG

A segurança no atendimento é parte de todos os procedimentos realizados no Hospital Evangélico Goiano. A utilização de pulseiras de identificação promove um melhor controle das informações dos nossos pacientes e é um método seguro para um atendimento mais rápido e eficiente. Nesta terça-feira, 31, foi realizada no HEG uma ação para a apresentação das pulseiras a gerentes e colaboradores da instituição.

O objetivo do Evangélico, com o uso das pulseiras, é estar de acordo com a primeira das seis ‘metas internacionais de segurança do paciente’, conforme determinado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil, a Vigilância Sanitária possui em seu protocolo de segurança as mesmas diretrizes da OMS. As seis metas incluem: 1) identificar os pacientes corretamente; 2) melhorar a efetividade da comunicação entre profissionais da assistência; 3) melhorar a segurança das medicações de alta vigilância; 4) assegurar cirurgias com local de intervenção correto, procedimento correto e paciente correto; 5) reduzir o risco de infecções associadas aos cuidados de saúde; e 6) reduzir o risco de lesões ao paciente, decorrentes de quedas.

Banner Identificação Hospitalar_Final

O Hospital Evangélico Goiano assegura aos pacientes o cumprimento dos mais altos padrões de atendimento seguro. A instituição está em processo de Acreditação Hospitalar, por meio da qual receberá em breve o Selo da Organização Nacional de Acreditação, que será uma confirmação de que o HEG está entre o melhores hospitais do país. A identificação e o registo seguros dos pacientes, desde que chegam até o momento em que saem do Evangélico, é uma das bases de todos os procedimentos realizados. Sendo assim, pedidos de exames laboratoriais, coleta de material, transporte, laudos, o tipo de dieta de cada paciente, a medicação prescrita são claramente registrados, para uso durante a passagem pelo Hospital, e caso o paciente precise retornar à instituição outras vezes.

O número de protocolo de cada paciente permanece o mesmo a cada visita à instituição. Este é mais um ítem de segurança cumprido pelo HEG. As pulseiras utilizadas tem, no mínimo dois indicadores de identificação. Nome e data de nascimento são obrigatórios, conforme explicou a coordenadora do Núcleo de Segurança Hospitalar do Hospital Evangélico Goiano, Maria Sonia Pereira.

Ascom/ Felipe Homsi